Notícias

Pra Brilhar na Informação: Notícias que importam, boletim #04

Oi, gente que brilha!

Chegamos na sua timeline com nosso boletim mensal. É hora de ler e compartilhar Notícias que Importam e informação de qualidade pra por dentro dos debates relacionados ao HIV / Aids, ISTs e outros temas.

Vem cá ficar por dentro e compartilha esse boletim com a sua rede!

1. Cada vez mais perto da vacina para o HIV

Após 40 anos de pandemia de HIV/Aids, o mundo “nunca esteve tão perto de uma vacina contra o HIV”, segundo o infectologista e coordenador do Estudo Mosaico no Hospital Emílio Ribas, Bernardo Porto Maia, que conduz a pesquisa com o imunizante em São Paulo.

Ele falou à CNN sobre os estudos e destacou que a atual fase dos estudos da vacina – realizados em oito países – para o HIV, testa o imunizante em humanos para detectar a eficácia da fórmula para produzir anticorpos contra o vírus.

A testagem será ampliada para um número maior de voluntários: serão 3.800 no mundo para estabelecer se a vacina é capaz de produzir resposta imunológica.

O infectologista ainda avaliou que “muita coisa mudou” desde o surgimento do HIV. O tratamento antiretroviral é essencial para conter o avanço do HIv, mas as pesquisas por vacinas têm desafios maiores que as que chegaram aos imunizantes contra a Covid-19, por exemplo. Leia mais aqui.

2. Julho Amarelo e a conscientização sobre Hepatites Virais

O mês de julho é marcado no calendário da saúde pela conscientização sobre Hepatites Virais.

No Brasil, estima-se que 2,3 milhões de pessoas tenham algum tipo de hepatite. Cerca de 1,5 milhão de brasileiros são portadores do tipo C. Só no município de São Paulo, a estimativa é de que haja 83.087 casos de hepatite C. Nas últimas duas décadas (de 2000 até 2020), foram 32.928 casos da doença descobertos, confirmados e notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN).

Por ser uma ‘doença silenciosa’, as hepatites virais não apresentam sintomas em aproximadamente 90% dos casos. Por isso, a testagem regular e a adoção de estratégias de prevenção são fundamentais. Aqui no site do Pra Brilhar a gente publicou um material completo que vai te ajudar a entender mais sobre as Hepatites Virais, formas de contágio, prevenção, diagnóstico e tratamento. Acesse aqui.

3. Educação sexual e sociedade menos conservadora são essenciais para diminuir novas infecções por HIV

No ano em que a pandemia do HIV/ aids completa 40 anos e no mês em que se comemora o orgulho LGBTQIA+, o Sesc São Paulo realizou, em parceria com a Agência Aids, o bate-papo online “HIV 40 anos: desconstruindo estigmas”.

A conversa foi mediada pela jornalista Roseli Tardelli e reuniu o ator e youtuber Gabriel Comicholi, o infectologista Bruno Ishigami, da Clínica do Homem de Recife (PE) e a ativista Jacqueline Côrtes, integrante do Movimento Nacional das Cidadãs Posithivas e do Movimento Latino-americano e do Caribe de Mulheres Positivas. A live está disponível no canal do YouTube do Sesc São Paulo. Leia mais aqui e assista a transmissão na íntegra:

4. Documentário “Um lugar para beijar” disponível no YouTube

A Coordenadoria de IST/Aids da Cidade de São Paulo disponibilizou, em seu canal no YouTube, o documentário curta-metragem “Um lugar para beijar”.

O filme foi produzido pela Coordenadoria em 2009 e teve direção da jornalista Neide Duarte.

Com passagens divertidas e emocionantes, o curta retrata vulnerabilidades, espaços de lazer e amores de gays e outros homens que fazem sexo com homens, mulheres trans e profissionais do sexo, principalmente na periferia da cidade, e o trabalho dos agentes de prevenção.

Assista:

5. Mais Atletas Trans nas Olimpíadas

Nas Olimpíadas de 2021, três pessoas trans representando diferentes países em diferentes esportes viajaram para Tóquio – um marco histórico para a representatividade de atletas trans.

A presença destes atletas reacendeu uma antiga polêmica transfóbica que relaciona questões biológicas e hormonais ao desempenho de esportistas trans. Marina Mathey falou sobre a transfobia no meio esportivo e sobre por que estes argumentos não são válidos e a gente recomenda demais essa leitura. Acesse aqui.

Este boletim foi escrito com informações da Coordenadoria de IST/Aids da Cidade de São Paulo, da Agência de Notícias da Aids, SESC SP, CNN Brasil e UOL.

Comente no post aqui!