GêneroRaça

O CORPO DO HOMEM GAY E SEUS ESTEREÓTIPOS

Na busca por perfeição, buscamos formas de rejeitar nossos corpos e nossas subjetividades. O Canto Baobá trouxe uma reflexão sobre pressões estéticas estruturais e corpos gays masculinos. Bora brilhar na leitura?

Antes de começarmos nosso texto, gostaríamos de avisar que foi baseado na matéria “O castigo do “corpo gay”, publicado pela @revistaforum no dia 14 de agosto de 2014. E por mais antigo que esse texto possa parecer, continua sendo uma problemática atual.

Se você acha que “se assumir” como homem gay é a parte mais difícil, está enganade. Sabia que a palavra “gay” é, na sua essência, pejorativa? Por mais que a palavra signifique “alegre”, foi designada para os homens que sua “alegria” conflitasse com o estereótipo de masculino. Essa visão do homem em que sua masculinidade se sobressai a tudo e todos (fruto do machismo e racismo estrutural que afeta todas as estruturas sociais), faz com que o homem gay, assumido ou não, procure ao máximo de aproximar dessa masculinidade que o “homem precisa ter”. E assim, reflete diretamente no corpo. 

A busca pelo ideal (construído pelo sistema opressor – branco eurocêntrico) se sobressai em ser o mais sarado, com o cabelo impecável, dentes brancos e porte atlético. Observando os recortes raciais, o homem negro gay é o que mais sofre: pois seus traços de beleza são únicos, porém não aceitos dentro do ideal imposto.

O machismo faz com que essa camada da sociedade compense o que não precisa compensar: porque não há o que compensar!

Para finalizar, separamos um trecho, que queremos deixar como reflexão: “Somos lindos, mas sacrificamos nossos afetos para manter um padrão inatingível, que nos oprime. Na busca por uma perfeição inventada, criamos outra coisa para rejeitar em nossos corpos e nossas subjetividades”.

Este conteúdo foi produzido pelo Canto Baobá Psicologia, um espaço especializado em Saúde Mental, com ênfase em questões raciais, de gênero, orientação sexual e classe social, que tem a missão de fazer do cuidado da mente direito universal. A partir de junho de 2021, o Canto Baobá ocupa as redes do Pra Brilhar em uma parceria de conteúdo babadeira. Fica ligade pra não perder nenhuma publicação!

Comente no post aqui!